Buscar
Óticas » Dicas » Como montar uma ótica? O SEBRAE está fornecendo algumas informações básicas

Como montar uma ótica? O SEBRAE está fornecendo algumas informações básicas


O SEBRAE está fornecendo algumas informações básicas para quem estiver interessado em montar uma ótica.

Para entrar nesse ramo é preciso ter uma determinação do Ministério da Saúde, que exigirá a contratação de mão-de-obra especializada para fazer a leitura de receitas.   Caso o empreendedor queira vender lentes de contato, será necessário empregar um profissional especializado (contatólogo). Para apenas comercializar armações, ou óculos de sol, não é necessário esse tipo de especialização.   O empreendedor deve oferecer um atendimento personalizado. Um bom caminho para quem deseja abrir uma ótica é firmar convênios com oftalmologistas e empresas, assim como fazer promoções, oferecer uma oferta variada de cores, tamanhos e opções de armações.   O ponto comercial deve ser um local de grande movimento e estar localizado perto de clínicas de oftalmologia. A área recomendada para montar uma ótica é de 80 m2 a 90 m2. Deve haver também um laboratório de, pelo menos, 10 m2.   Para a montagem da ótica é preciso investir em equipamentos específicos como o lensômetro (para a medição das lentes) e o ceratômetro (para a medição da curvatura dos olhos).   O investimento necessário para esse negócio gira em torno de R$ 25 mil. O valor pode ser alterado em virtude de reformas, aluguel e decoração.   Por isso, é aconselhável que o empreendedor faça uma análise detalhada das suas necessidades antes de montar o negócio.   O Sindiótica (Sindicato do Comércio Varejista de Material Ótico, Fotográfico e Cinematográfico do Estado de São Paulo) oferece cursos e assessoria para quem está montando uma ótica.  

Já o Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem do Comércio) também ministra cursos na área.

Outros esclarecimentos sobre a abertura de empresas, os financiamentos, a legislação, os cursos de gerenciamento e às palestras na área comercial podem ser encontrados no Sebrae-SP.   A entidade possui 38 agências em todo o Estado.   Mercado está em retração   Retração no consumo e popularização das cirurgias que corrigem os problemas da visão. Esses são os dois motivos apontados pelo empresário Itagiba Veira, 47, dono da Ótica Cambuci, para explicar o que ele chama de "má fase do mercado".   "É preciso ter muita tradição para segurar os clientes. E isso se consegue com bons preços e muita qualidade", explica. Há 25 anos trabalhando no setor, Vieira explica que investir em tecnologia também conta pontos na hora de ganhar a preferência do consumidor.   Para isso, manter um laboratório próprio é fundamental. "Temos capacidade para produzir até 50 pares de lentes diariamente. É possível até montar um par de óculos em uma hora." Agregar serviços ao estabelecimento e contratar profissionais especializados são outras dicas do empresário para quem quer entrar nesse comércio.  

"Hoje, o faturamento de uma pequena ótica chega a R$ 15 mil."

Fonte: SEBRAE - Acre

© 2014 - Centro Ótico | Todos os direitos reservados